BUILDBOT Blog

Exoesqueleto dá pontapé inicial da copa

walkagain
O neurocientista Miguel Nicolelis, brasileiro que há 22 anos mora na Carolina do Norte e leciona na Universidade de Duke, também lidera o projeto “Walk Again.

Este projeto é um consórcio de universidades de todo o mundo e desenvolvem tecnologias assistivas para que pacientes com doenças neurológicas, gerando paralisia, possam ter controle significativo de seus movimentos, uma destas tecnologias é um exoesqueleto.

Mas qual o diferencial deste exoesqueleto?
Uma delas é a quantidade consideravelmente de menos fios e aparatos, os sinais biológicos são enviados diretamente do cérebro do paciente através de uma conexão wifi. Isso mesmo, através do envio de sinais através de uma rede, incluindo a internet se for necessário, para a prótese que pode estar a qualquer distância. Isso já possibilitou, durante os testes, que um macaco no laboratório da Universidade Duke controlasse o robô que caminhava numa esteira em Kyoto, Japão.

Continue lendo