BUILDBOT Blog

O robô de telepresença mais barato do mundo.

Pesquisadores da JSK-Lab na universidade de Tóquio, estão trabalhando em uma alternativa para robôs de telepresença, hoje esse tipo de solução demanda um alto investimento.

Batizado de Telemba, o robô é basicamente constituído por um Roomba, que vai ser responsável pela movimentação e um Tablet com Android que permite ao usuário interagir com o meio.

Na parte de software o Telemba usa a plataforma Hangout do Google nas comunicações de vídeo e um aplicativo baseado na web para conduzir o robô.

Continue lendo

Inovação no mercado de limpeza comercial.

Avidbot

Desenvolvidos pela Avidbots esse robô faz a limpeza de uma forma mais inteligênte pois é baseado no sistema ROS que promove um melhor design e GAZEBO que prevê testes de simulação precisa.

Gazebo é um simulador para testes rápidos de algoritmos em cenários realistas, gerando gráficos de alta qualidade e interfaces programáticas pode simular com precisão e eficiência populações de robôs em ambientes complexos.

O sistema ROS é um conjunto de ferramentas e bibliotecas que simplificam a tarefa de criar o comportamento do robô, suportado por várias plataformas e tudo open source.

Continue lendo

Nova sonda será enviada a Marte em 2016

InSight_Lander.jpg

InSight é o novo projeto da NASA para explorar mais do que as pedras da superficie do planeta Marte, os pesquisadores querem estudar o núcleo.

O robô vai levar para Marte três instrumentos principais, entre eles o sismógrafo que será colocado sobre a superfície do planeta para medir o movimento das ondas sísmicas geradas pelo impacto de meteoritos, uma sonda chamada HP3 que vai escavar 5 metros de profundidade e registrar o fluxo de calor no interior do planeta e o aparelho RISE que vai medir as oscilações do planeta sobre seu eixo em resposta a gravidade do Sol.

Os ciêntistas acreditam que os resultados obtidos pelos equipamentos devem revelar como Marte se formou, evoluiu e como se comporta atualmente.

Jim Green diretor de Ciência Planetaria da NASA espera descobrir  a causa dos deslizamentos que foram vistos do espaço.

Grupo Japonês faz testes para robôs espaciais.

Keio_university

O laboratório de Ishigami na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Keio no Japão vem fazendo testes de campo em terrenos acidentados para testar mobilidade robótica.

A pesquisa se baseia em dois conceitos chave, um deles é a mecânica de interação veículo-terreno que analisa o comportamento do veículo em uma simulação dinâmico e o sistemas de compensação veículo-derrapante com sensores nas rodas.

O sistema de mobilidade autônoma faz o reconhecimento do ambiente usando lasers, imagens de câmeras para localizar o robô e planejar a trajetória com uso de de sistemas integrados de processamento sensorial ou por teleoperação.

Continue lendo

Próteses robóticas.

O projeto, “Revolucionando próteses” da DARPA que visa a construção de próteses com eletromecânica avançada, ganha a aprovação da FDA (EUA Food and drug administration).

O projeto recentemente aprovado é o sistema DEKA, que permite o controle simultâneo de múltiplas articulações, possibilitando o manuseio de objetos delicados por meio de uma variedade de dispositivos e sinais gerados por sensores que podem fornecer feedback sobre a força de pressão.

Continue lendo

Robôs de auto montagem.

Prestação de uma sala de RB

O NCCR Suíço em Robótica vem financiando projetos ligados a tecnologia da robótica modular, são robôs constituidos de vários módulos que podem criar estruturas arbitrárias e mutáveis usando conectores, oferecendo auto reconfiguraçao, ampla versatilidade e robustez contra falhas, um campo com diversas áreas de aplicação.

O cenário vislumbrado pela equipe de robôs molulares, chamados de Roombots, é que eles possam de forma autonôma canectar-se uns aos outros para formar diferentes tipos de móveis que ao longo do tempo possam se transformar em outros conforme a necessidade do usuário.

Continue lendo

Robô inspirador em aranha para economizar energia

Tabbot

Frequentemente publicamos notícias de robôs inspirados em animais, por exemplo o BionicKangoroo, é fácil entender o motivo, a natureza tem meios ridiculamente simples de economizar energia.

O Dr. Ingo Rechenberg da Universidade Técnica de Berlim a 30 anos estuda como as criaturas do deserto economizam energia e essas observações serviram de inspiração para a construção de seu robô inspirado na aranha Flic Flac Marroquina que dobra sua velocidade quando da cambalhotas.

Chamado de Tabbot tem 25 centimetro e se movimenta realizando saltos na areia para economizar energia, esse tipo de pesquisa tem uma grande variedade de uso e o Tabbot possivelmente será utilizado na agricultura, fundo de oceanos ou até mesmo em Marte.

Continue lendo

Um robô wifi para crianças.

mirobot_med

Mirobot é um pequeno robô wifi que pode ser construído e programado de diversas formas para estimular pequeno engenheiros.

Para uma melhor compreenção do funcionamento interno os mecanismos são facilmente visíveis e a programação é feita em blocos com uma GUI baseado na Web.

Mas se você não quer ficar no básico, Mirobot possui uma porta de expansão projetada para a adição de sensores, tornando o robô mais conciênte.

Continue lendo

O domínio dos robôs nas telas touchscreen

Você pode ainda não conhecer o termo feedback tátil mas já sentiu falta dele nas interfaces touchscreen, é a sensação de toque ao disparar um comando ou digitar “na tela”.

Já existem algumas soluções que implementam feedback tátil em smartphones e tablets, mas James Patten da PattenStudio pensou algo além, desenvolveu pequenos robôs que controlados por um computador criam uma novo interface com usuário.

Batizados de Thumbles esses pequenos robôs podem ser segurados e movimentados, criando uma interação física que constantemente se reorganiza conforme a necessidade do usuário.

Continue lendo

O limpador de janelas mais caro do mundo.

A atuação de robôs humanóides em atividades domésticas bem como em ambientes espaciais vem sendo amplamente pesquisada afim de minimizar os riscos que algumas atividades oferecem aos humanos.

Rollin´Justin é muito utilizado para esse tipo de pesquisa por oferecer um total de 43 graus de liberdade nos movimentos,  é equipado com sensores que permitem a manipulação, de forma impressionante, dos braços e mãos com objetos estáticos ou em movimento, por exemplo, objetos arremeçados.

O uso de uma plataforma móvel permite o funcionamento autônomo e de longo alcance do sistema, as rodas suportadas por molas, atende os requisitos do corpo superior durante as tarefas.

Continue lendo